sexta-feira, 27 de março de 2009

Geografia Professor Trabalho Estágio.
O balanço da semana foi de muita correria em busca de um abençoado trabalho, vou compartilhar com vocês dois episódios marcantes.

O primeiro aconteceu com um convite de um amigo meu para lecionar, na Escola a qual ele é professor, de imediato aceitei o convite. Ele falou com a coordenadora da referida Escola que fica localizada no bairro de Cajazeiras XI, pronto, fiquei no aguarde de uma resposta e sem demora recebi uma ligação da coordenadora, pedindo minha presença na Escola para acertar o contrato. Acordei cedo na maior disposição, chegando ao destino fiquei aguardando a coordenadora chegar ao estabelecimento. Quando ela chegou conversamos, uma conversa bem descontraída, ela se queixando que não poderia está na coordenação e na sala de aula, e necessitava passar a função de professor para outra pessoa e em garantiu que estava tudo certo, só iria espera a Diretora retornar a Escola, pois ela estava afastada por motivo de saúde, para enfim assinar o contrato e eu começar a ministrar as aulas. Pronto fiquei feliz e fui pra casa, certo de está com um estagio garantido. Passaram-se alguns dias e nada de resposta, eis que em uma manhã ela me liga falando que era pra eu ficar tranqüilo, pois a diretora ainda estava afastada da Escola e assim que ela retornar eu já poderia assumir a turma de onde ela parar. E lá se vão três semanas.
Na mesma semana recebi um telefonema de uma agência de RH, com uma oportunidade de estágio. Foi a mesma emoção, no dia seguinte fui levar meu currículo e logo fui encaminhado para a Escola, na Avenida Suburbana. Logo quando vi que era uma Escola particular, fiquei triste, mas fui com personalidade, à conversa com a diretora foi rápida ela ainda brincou comigo falando que eu era jovem e “descolado”, deu até vontade de da risada, mas tudo bem. Nessa vaga eu estava disputando com uma colega minha lá da Universidade, Aline. Até hoje não sei o resultado da entrevista.

Nessa história, acho que só fiz gastar o dinheiro do transporte, já não tenho muito ainda gastando em vão vou ficar na miséria, exagerei, mas, bem que Barack Obama poderia me ajudar nessa árdua busca por um emprego, se eu falasse inglês fluente eu iria pra os E.U.A, lá deve ter emprego[HAuHAUAHuahA], mas não falo, malmente um espanhol pé de chinelo.
_________________________________________________________________
“Mesmo sem dinheiro eu vou levando a vida desempregado, falido, preso num beco sem saída. Duro, mas mantendo a minha auto-estima vou começar uma nova trajetória de cabeça erguida”. [Mc Baga]

8 comentários:

Iaiá ° disse...

Já to vendo vc contando essa história na sala de aula a seus ALUNOS UNIVERSITÁRIOS, os incentivando a seguir...

SORTE!

Marcelo A. disse...

Cara, essas coisas são assim mesmo... Depois piora, tu vai ver! Rsrsrs!

Passa lá no "Diz"!

www.marcelo-antunes.blogspot.com

Inez disse...

Não se preocupe quando conseguir um emprego vai aparecer um monte.
Boa sorte.

Elô disse...

Faz Geografia é?? que legal... adoro Geo... vou fazer serviço social... minha aulas começam em agosto shauhsuahsaush

Nossa e eu já morro de medo dessas coisas de estágio!!!-nem começei ainda- shuahsuahsa

Mas te desejo uma BOA SORTE !!!!

:*

Eu amo a E.Y. disse...

Lamento mesmo que não tenha vingado o estágio, mas esses incidentes acontecem. Aposto que daqui a uns você vai rir muito ao lembrar disso.

Um abraço!

Valeu pela visita!

Isa Dora disse...

Eu não ia comentar pq to cansada, mas pensei melhor.

Eu tenho batido muita cabeça. haha
No meu caso as pessoas nem se importam de me ligar pra dar uma satisfação.
Tempo, dinheiro (eu gasto com os mototaxis as vezes), expectativa, etc...

É quebrança pura, mas é isso aí. Continuemos a procurar um trampo.

Beijos Johnny Bongos.

colatto disse...

É só aguardar cara

VÃO TE LIGAR!!!!

um dia...

luiz disse...

uito legal
^^

se pudeer
http://sonabrisa.nomemix.com/