quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Cartola - A Mesma Estória






Quem me ve passar calado e triste

Não resiste

E vem me perguntar o que causou

Esta transformação

Já estou cansado de contar aquela estória

Que é sempre a mesma estória

Que resume-se em desilusão

Preciso andar pra não pensar

No que passou e não chorar

Viver em paz e sepultar de vez

A minha grande dor

Confiante despeço-me dos meus amigos

E da cidade

Só voltarei quando encontrar felicidade

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Carnaval de Salvador. [Parte 2].


Dando continuidade ao espírito carnavalesco, venho mostra dessa vez uma das medidas adotadas pelo Governo para conter a violência existente no período da folia.

Essa é uma foto da montagem de um posto policial na Praça do Campo Grande, circuito dos trios elétricos, onde podemos observar uma Jaula ao lado, que servi para aprisionar os foliões mais exaltados, jaulas desse tipo é espalhada por todo o circuito do carnaval em locais estratégicos.

Essa é uma das faces do carnaval de salvador que ficam ocultas, e ofuscadas pelo brilho do Chiclete com Banana e Ivete Sangalo. Mas podem ficar tranqüilo, essas grades não são pra vocês, turistas, podem vir curtir o carnaval sem preocupação. Sabemos que o carnaval de salvador é a festa popular mais violenta do mundo estamos todos cientes disso, por isso nos armamos como se fosse uma guerra.


Vocês podem assistir uma pequena matéria (90 segundos) clicando aqui, faça bom proveito e tirem suas conclusões.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Diego | Coscarque | Johnny.





Festa da Blackitude no dia 07 de Fevereiro, na Tereza Batista – Pelourinho, no inicio era só mais uma festa na city eu estava desmotiva, sem vontade nenhuma de ir pra esse som, mas é foda a babilônia me atrai, ai tenho que marcar a presença.



Depois de uns dois da Gamboa e umas latinhas, já era, a vibe já é outra. Colar num som com esses malucos ai é insanidade, compromisso e diversão,sem limites, impossível não dá risadas com esse “Patetas”, foi gastação total no embalo do Som de Daganja, que roubou a cena da festa, fica lindo!



É isso, Vira-Lata Crew é barril!



sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009


Carnaval de Salvador. [Parte 1].


Se você está pensando em vir passar o carnaval na cidade de Salvador-BA, pode vim, mas venha precavido.

Venha logo desenganado, pois a cidade de Salvador não é só essa imagem estereotipada que a mídia faz questão de vender para atrair turistas, com seus pontos turísticos, sombra, rede e água de coco. Salvador vai bem mais além disso.

O carnaval, por sua vez que dizem ser de caráter popular, que de popular não tem nada, é uma indústria segregacionista e cruel, que move milhões em dinheiro, limitando a participação da população da cidade (o povão) que saem como cordeiros dos blocos, ou seja, fazendo a proteção de uma “elite” burguesa e ignorante, ou saem na pipoca (indivíduos que não tem grana pra sair em nenhum bloco e são obrigadas a curtir a festa fora dos blocos, espremidos nas calçadas).

É na pipoca que podemos observa com mais vigor a violência entre os pipoqueiros e da policia para com os pipoqueiros. Policia podre, sem instrução, estão ali para coagir de forma enérgica, e maquiavélica. O carnaval de Salvador não tem nada de maravilhoso, é briga todos os dias de carnaval, assaltos, mortes, murro na cara, nesse momento não se faz distinção de homem, mulher, idoso, criança, portador de necessidade física, tudo é pipoca, logo tudo tem que pular.

Dentro do bloco, na proteção dos seguranças, a juventude na sua esmagadora maioria Branca se esbalda com uso de drogas e bebidas descaradamente, e não são reprimidos por ninguém, eles podem?

video

As ruas da cidade se transformam em uma arena, durante a semana festiva. Para os marujos de primeira viagem fica ai o alerta, tomem cuidado e venham armados, pois a babilônia é aqui!