quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Cartola - A Mesma Estória






Quem me ve passar calado e triste

Não resiste

E vem me perguntar o que causou

Esta transformação

Já estou cansado de contar aquela estória

Que é sempre a mesma estória

Que resume-se em desilusão

Preciso andar pra não pensar

No que passou e não chorar

Viver em paz e sepultar de vez

A minha grande dor

Confiante despeço-me dos meus amigos

E da cidade

Só voltarei quando encontrar felicidade

16 comentários:

Taysa disse...

Belo texto!

Que a felicidade se aproprie de sua vida, seja pela via que for.

Xerus!

Móó legal disse...

confesso que não conheço muito do trabalho, mas achei muito legal o texto...

--
www.moolegal.wordpress.com

grupo gauche disse...

tô com ele e não abro :(

apanhadogeral disse...

Lindo texto.
Gostei muito do blog.
Parabéns!
abraço

DiegØ 157 disse...

Eu gosto daquela... "...deixe-me preciso andar, vou por aí a procurar sorrir pra não chorar..." tava aqui na ânsia de samplear mas o mizerávi do Rappin Hood usou no sujeito homem vol.2, mas ta valendo ainda pego Cartola numa deixa.

Bekinhaa disse...

Gostewi do texto!
Cartola foi um grande ícone!
=D

Iasmin Cavalcanti disse...

Carola é Cartola né bicho, auihaiuha.
não ha palavras que expliquem tanto dom com as palavras que ele tinha.
hehe.

parabéns, beijos.
http://desnecessarioporemvalido.blogspot.com/ passe lá

Beco Streito disse...

massa o blog , bom texto

contineu o bom trabalho

de uma passada la
http://becostreito.blogspot.com/

luiz scalercio disse...

bellissimo texto muito bm seu trabalho.

Tiago Sant'Ana disse...

Genial, intenso!

Mais nada a comentar.

Tiago Sant'Ana
www.jornalistadepeso.blogspot.com

Iasmin Cavalcanti disse...

hehehehe, amei o trocadilho.
mais nao na verdade nao sou melancolica, pelo ao contrario.
aquilo foi só alguns minutos de revolta

Avenida Paranjana disse...

muito belo

*** I.C *** ** The One ** disse...

Não sou muito fã desse tipo de música... Mas na leitura dessa letra vc percebe o quanto o Cartola é simples e limpo... Muito gostoso de se ler esses versos... Parabéns pelo Blog e é a 2ª vez que leio ele...

Sandro S. Sorte disse...

Putz, bem legal os versos. Isso é uma música ou um poema. Talvez os dois rsrsr.
Abraços!!

Michel Domenech disse...

Texto bastante agradável.

Thiago Damião disse...

Salve Cartola, o mestre !